(41) 3673-8350
contato@sanjulian.org.br

Maior Hospital psiquiátrico do Paraná relembra a importância da prevenção em saúde mental e oferta atendimento aos 28 municípios da Região Metropolitana de Curitiba

O Hospital San Julian oferta atendimentos ambulatoriais psiquiátricos pelo SUS para toda a região metropolitana de Curitiba. Esse serviço foi idealizado a partir de uma parceria entre o Consórcio Intermunicipal de Saúde (COMESP) e a Associação San Julian. O objetivo é prestar assistência a uma demanda reprimida em Saúde Mental. A população dos 28 municípios que compõem a região conta com um milhão e oitocentos mil habitantes. Desses, estima-se que ao menos um terço apresente algum diagnóstico psiquiátrico – como transtornos ansiosos, depressão, dependências químicas, esquizofrenia, etc.

Desde a implementação do programa, em novembro de 2018, a procura pelo serviço e população atendida vem crescendo. Contudo, apesar da imensa demanda e da oferta gratuita do atendimento, estatisticamente ainda existe baixa procura. Uma das explicações para o fenômeno pode ser devido ao desconhecimento da população e das estruturas municipais de saúde acerca desse benefício.
“A maior parte das pessoas ainda não conhece essa assistência que nós prestamos. Há uma demanda enorme de pessoas que precisam de atendimento, e uma escassez de recursos de saúde para dar conta dessa população” afirma o Dr. Ricardo Sbalqueiro, diretor técnico do Hospital San Julian.

O Hospital San Julian atende em média 250 consultas ambulatoriais por mês encaminhadas pelo COMESP. Apenas em se falando do diagnóstico de Depressão, a prevalência na região metropolitana, de acordo com estatísticas epidemiológicas, é de aproximadamente 150 mil pessoas. “Há, portanto, uma demanda reprimida enorme. A falta de informação desse benefício gratuito ao alcance de todos e também alguns preconceitos distorcidos e tabus quando se fala em atendimento psiquiátrico, podem ser os fatores principais que contribuem para a baixa procura por tratamento”, destaca Dr. Sbalqueiro.

Outro fator que dificulta ainda o acesso dos pacientes é o transporte sanitário que precisa ser melhor estruturado nesses municípios metropolitanos que não tinham tradição em transportar seus pacientes para outra cidade que não a Capital. Entretanto a partir dessa parceria está sendo incorporada essa modalidade de transporte de maior número de pacientes simultaneamente através da aquisição de Vans e Microonibus para fazer frente a esta nova demanda.

O primeiro passo para conseguir o encaminhamento a este serviço especializado é procurar uma Unidade Básica de Saúde- UBS em seu município.
A pessoa com um diagnóstico psiquiátrico será referenciada para consulta especializada pelo médico da UBS. Posteriormente, a solicitação será encaminhada à Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do município onde o paciente reside. Por fim, a SMS fará a solicitação ao COMESP, que agendará o atendimento no Hospital San Julian.

As doenças que podem ser atendidas por este benefício são:
Depressão Maior, Transtorno do Humor Bipolar, Transtorno de Ansiedade Generalizada, Transtorno do Pânico, Transtorno de Ansiedade Social, Transtorno Obsessivo Compulsivo, Transtorno de Estresse Pós Traumático, Esquizofrenia, Transtorno Esquizoafetivo, Transtornos Alimentares, Anorexia Nervosa, Bulimia, Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, Transtornos Disruptivos, Transtornos do Espectro Autista, Demências, Dependências de Álcool, Cocaína, Crack e outras substâncias psicoativas.

“Precisamos conscientizar a população metropolitana sobre a existência desse benefício e principalmente a importância em buscar um tratamento no início dos primeiros sintomas. O Hospital San Julian é referência nacional no atendimento psiquiátrico. Os 50 anos de existência lhe conferem tradição e pioneirismo. Carregamos a nossa bandeira de que quanto mais cedo for firmado o diagnóstico, maiores são as probabilidades de uma recuperação plena e eficaz. Seja por iniciativa própria ou pelo encaminhamento de um familiar, o importante é que possamos aumentar o acesso ao atendimento destas pessoas que carecem de tratamento especializado de psiquiatria, mas ainda desconhecem esta alternativa disponibilizada pela parceria do COMESP com o Hospital San Julian”, conclui Dr. Sbalqueiro.




Desenvolvido por - UmQuatroQuatro